Forex Trading Plan

Forex (1)

Vídeo Aulas

Leitura

Escolha o Tema

ANALISE GRÁFICA

CORRETORA

PLANO DE TRADE

Forex Trading Plan

Gerenciamento

Trading Plan

Bonus

Gerenciamento de risco.

É um instrumento que todo trader deveria utilizar,  muitos de nós Traders nessa nossa trajetória dentro do mercado financeiro demoramos muito tempo para entender a importância e a utilização dessa ferramenta.

Gerenciamento de risco nada mais é do que uma série de regras e estratégias que você formula dentro do seu planejamento.

Tem como objetivo proteger o seu capital e também aliviar a toda a carga emocional que envolve operar no mercado de Forex.

Dominar a parte teórica,  aprender o operacional e estudar as estratégicas nos proporciona pela análise precisa, este pontos  são considerados fatores importantíssimos porém a grande maioria dos Traders profissionais conhecidos, consideram que o equilíbrio emocional como um o principal fator do Sucesso dentro do Forex.

Como montar um gerenciamento de risco?

1-   Planejamento e metas

Planejar suas entradas, respeitar a estratégias conhecer sobre o ativo que opera.

É importante basear suas metas  em sua atual capacidade, experiência e conhecimento com relação ao mercado , buscar alvos racionais e atingíveis , vão ajudar na construção da sua consistência.

2-  Conhecimento .

Ter consciência e ser realista sobre o seu conhecimento e Domínio das ferramentas utilizadas no trader, sejam elas operacionais como de análise  gráfica e técnica.

3- Disciplina e controle emocional

Ter disciplina não é fácil é preciso muito treinamento e  experiência dentro do mercado para conseguir se disciplinar e tomar decisões isentas de emoção em situações de muito stress.

4- Regras de operação.

Consiste em algumas regras que são importantes e devem ser respeitadas.  Elas dizem respeito a aspectos ambientais , emocionais , operacionais,  e estratégias de analise .

O gerenciamento de risco é dividido em três partes uma anterior ao trade, uma durante o trade e outra após o trade.

Vou mostrar um pequeno exemplo de uma montagem de um gerenciamento de risco para as pessoas que estão iniciando.

Antes de iniciar sua entrada no mercado é importante que você tenha bem claro.

Quais são os seus objetivos?

 Quais são as suas metas com relação a ganhos.?

Faça um planejamento  buscando metas realistas e alcançáveis.

Invista somente o capital que realmente não é necessário ou não faz parte de sua reserva de emergência.

Faça metas anuais, mensais, semanais e diários .

Crie regras bem precisas com relação às suas metas e também com relação a seu estado emocional.

Por exemplo

Qual a minha estratégia de aportes?

Vou operar com juros sobre juros  ou vou resgatar os lucros  de tempos em tempos?

Qual é minha meta diária?

O que fazer se atingir a meta diária?

Qual a minha meta de perda ?

O que fazer caso eu atinja essa meta de perda?

Pela Minha experiência no mercado essa meta é razoável?

Domínio todas as ferramentas do Home Broker?

Sei abrir operações de compra, de venda ,colocar stop, stop móvel, take Profit e sei exatamente o que fazer caso alguma coisa dê errado?

Domínio as ferramentas de análise gráfica e técnica?

Domino a estratégia que vou utilizar?

Tenho bem claro, Quais são os sinais que vão ditar a minha entrada e a minha saída da operação?

Durante o trade

Crie regras para proceder durante a operação.

Tenho consciência sobre finalizações parciais com lucro?.

finalização parcial com prejuízo.?

Zerar a operação manualmente.

E principalmente recomeçar todo o processo caso saia da operação antes de iniciar outra entrada.

Após o trade.

 Anote o resultado das suas operações.

 Avalie suas operações tendo como ponto base,a tendência, quantidade de lotes, quantidade de operações, ganho, lucro prejuízo e estratégia.

Reavaliar o que já foi feito vai permitir com que avalie e faça ajustes dentro da estratégia caso ela esteja dando certo.Também vai permitir com que você  mude a estratégia e mude a forma de executar as operações caso seus resultados não sejam satisfatório no período.

Podemos definir  tomada de  decisões importantes como, parar de operar caso as metas já tenham sido cumpridas, diminuir os lotes para evitar uma maior exposição ou parar de operar caso o seu limite de loss também tenha sido atingido.

Parte emocional e construção de regras de proteção.

Estados emocionais podem ser muito nocivos ao seu trade. Estar muito feliz  ou  muito triste podem ser fatores que vão com certeza influenciar na forma com que você faz a sua análise e toma as suas decisões.

Evite ao máximo operar nesses extremos .

Síndrome do super-herói que acontece quando viemos de vários trades vencedores e achamos simplesmente que somos invencíveis,E com isso operamos de forma desenfreada aumentando os lotes e descuidando da análise e acabamos  devolvendo para o mercado boa parte ou tudo que ganhamos no período.

Evite também a síndrome do Vingador é quando viemos de uma série de Loss em nossas operações, acabamos  achando que a próxima  operação será a vencedora imbuídos de raiva e frustração tentamos nos vingar do mercado operando continuamente e sem análise ou equilíbrio emocional. Resultando quebra a conta.

Puderam notar que os dois extremos ou muito triste ou muito feliz influencia  muito nas nossas escolhas e por consequência  nas nossas tomadas de decisões.  Conseguir operar de forma isenta e livre de carga emocional  aumenta  muito a nossa probabilidade de sucesso.

Quando entendermos  que tanto o sucesso quanto o fracasso de uma  operação é  um processo normal e totalmente reversível, nosso emocional não ficará tão abalado.

Trading Plan ou Plano de Trade

O que é um plano de trade?

Um plano de trade é uma ferramenta abrangente de tomada de decisão para sua atividade operacional. Isso ajuda você a decidir o que, quando e quanto negociar. Um plano de negociação deve ser o seu plano pessoal – você pode usar o plano de outra pessoa como um esboço, mas lembre-se de que a atitude de outra pessoa em relação ao risco e ao capital disponível pode ser muito diferente da sua.

Seu plano de trade pode incluir qualquer coisa que você ache útil, mas sempre deve cobrir:

  • Sua motivação para negociar
  • O compromisso de tempo que você deseja fazer
  • Seus objetivos de negociação
  • Sua atitude em relação ao risco
  • Seu capital disponível para negociação
  • Regras de gerenciamento de risco pessoal
  • Os mercados que você deseja negociar
  • Suas estratégias
  • Diáriode registros e planilha de negociação

Um plano de negociação é diferente de uma estratégia de negociação, que define com precisão como você deve entrar e sair das operações. Um exemplo de uma estratégia de negociação simples seria ‘comprar ouro quando atingir $ 1500 e vender quando atingir $ 1600’

Por que você precisa de um plano de trade?

Você precisa de um plano de negociação, pois ele pode ajudá-lo a tomar decisões lógicas de negociação e definir os parâmetros de seu trade ideal. Um bom plano de negociação ajudará você a evitar tomar decisões emocionais no calor do momento. Os benefícios de um trading plan incluem:

  • Trademais fácil : todo o planejamento foi feito antecipadamente, para que você possa negociar de acordo com os parâmetros predefinidos
  • Decisões mais objetivas: você já sabe quando deve obter lucro e reduzir perdas, o que significa que você pode tirar emoções do processo de tomada de decisão
  • Melhor disciplina operacional: aderindo ao seu plano com disciplina, você pode descobrir por que certas operações funcionam e outras não
  • Mais espaço para melhorias: a definição do seu procedimento de anotações em seu diário de registros permite que você aprenda com os erros de negociação anteriores e melhore seu julgamento.

Como criar um trading plan

Há sete etapas fáceis a serem seguidas ao criar um plano de negociação bem-sucedido:

  • Descreva sua motivação
  • Decida quanto tempo você pode comprometer na negociação
  • Defina seus objetivos
  • Escolha uma relação risco-recompensa
  • Decida quanto capital você tem para negociar
  • Avalie seu conhecimento do mercado
  • Iniciar um diário de negociação

 

Descreva sua motivação

Descobrir sua motivação para negociar e o tempo que você deseja comprometer é um passo importante na criação do seu plano de negociação. Pergunte a si mesmo por que você quer se tornar um trader e depois anote o que deseja alcançar com a negociação.

Decida quanto tempo você pode comprometer no trade

Calcule quanto tempo você pode comprometer com suas atividades de negociação. Você pode negociar enquanto está no trabalho ou precisa gerenciar seus trades no início da manhã ou tarde da noite?

Se você deseja fazer muitas operações por dia, precisará de mais tempo. Se você está investindo em poucos ativos e operando somente uma ou duas vezes por dia e planeja usar stop loss, take profit e/ou stop móvel para gerenciar seu risco – talvez não precise observar muitas horas por dia.

Também é importante ter tempo suficiente se preparando para operar, o que inclui educação, praticando suas estratégias e analisando os mercados.

Defina seus objetivos

Qualquer meta de negociação não deve ser apenas uma declaração simples, deve ser específica , mensurável , atingível , relevante e com prazo determinado. Por exemplo, “Quero aumentar o valor de todo o meu portfólio em 15% nos próximos 12 meses”. Esse objetivo tem uma prazo determinado, porque os números são específicos, você pode medir seu sucesso, é atingível, trata-se de negociação e há um prazo anexado a ele.

Você também deve decidir que tipo de profissional é. Seu estilo de trade deve basear-se em sua personalidade, sua atitude em relação ao risco e na quantidade de tempo que você deseja comprometer-se na negociação. Existem quatro estilos principais de negociação:

  • Position tranding: mantendo posições por semanas, meses ou até anos, com a expectativa de que se tornem rentáveis a longo prazo
  • Swing trading: mantendo posições por vários dias ou semanas, para tirar proveito dos movimentos de mercado de médio prazo
  • Day trading: abrindo e fechando um pequeno número de negociações no mesmo dia e não mantendo posições para o dia seguinte, eliminando alguns custos e riscos
  • Scalper: realizando várias operações por dia, por alguns segundos ou minutos, na tentativa de obter pequenos lucros que somam uma grande quantidade

Escolha uma relação risco-recompensa

Antes de começar a negociar, calcule quanto risco você está preparado para assumir – tanto para negociações individuais quanto para sua estratégia de negociação como um todo. Decidir o seu limite de risco é muito importante. Os preços de mercado estão sempre mudando e até os instrumentos financeiros mais seguros apresentam algum grau de risco. Alguns novos traders preferem correr um risco menor para testar os movimentos, enquanto outros correm mais riscos na esperança de obter lucros maiores – isso é totalmente individual.

É possível perder mais vezes do que você ganha e ainda assim ser consistentemente lucrativo. Tudo depende de risco versus recompensa. Os traders gostam de usar uma taxa de risco-recompensa de 1: 2 ou superior, o que significa que o lucro possível obtido em uma negociação será pelo menos o dobro da perda potencial. Para calcular a relação risco-recompensa, compare o valor que você está arriscando com o ganho potencial. Por exemplo, se você está arriscando US $ 100 em uma negociação e o ganho potencial é de US $ 400, a relação risco-recompensa é de 1: 4.

Decida quanto capital você pode negociar

Veja quanto dinheiro você pode dispor para negociação. Você nunca deve arriscar mais do que pode perder Negociar envolve muito risco e você pode acabar perdendo todo o seu capital.

Faça as contas antes de começar e verifique se você não precisará desse capital para sobreviver. Se você não tem capital de negociação suficiente para começar agora, pratique em uma conta demo até ter renda suficiente.

Avalie seu conhecimento do mercado

Os detalhes do seu plano de negociação serão afetados pelo mercado que você deseja negociar. Isso ocorre porque um plano de negociação forex, por exemplo, será diferente de um plano de negociação de ações.

Primeiro, avalie seus conhecimentos quando se trata de classes e mercados de ativos e aprenda o máximo possível sobre o que deseja negociar. Em seguida, considere quando o mercado abre e fecha, a volatilidade do mercado e o quanto você perde ou ganha por ponto de movimento no preço. Se você não estiver satisfeito com esses fatores, convém escolher um mercado diferente.

Você pode aprender mais sobre diferentes classes de ativos e mercados através da plataforma Investidores.Online.

Iniciar um diário de negociação

Para que um plano de negociação funcione, ele precisa ser respaldado por um diário de trade. Você deve usar seu diário para documentar suas negociações, pois isso pode ajudá-lo a descobrir o que está funcionando e o que não está.

Você não precisa apenas incluir os detalhes técnicos, como os pontos de entrada e saída do comércio, mas também a lógica por trás de suas decisões e emoções de negociação. Se você se desviar do seu plano, escreva por que você o fez e qual foi o resultado. Quanto mais detalhes em seu diário, melhor.

Exemplo de um plano de trade

Você pode usar as perguntas e respostas abaixo para ajudar a formular seu plano de negociação. Lembre-se de que seu plano de negociação é um roteiro pessoal – portanto, você deve considerar suas próprias circunstâncias para criar uma que seja ideal para você.

Qual é a minha motivação para negociar?

Exemplo: ‘Quero me desafiar e aprender o máximo possível sobre os mercados financeiros para criar um futuro melhor para mim’.

Qual é o meu compromisso de tempo?

Separe um tempo suficiente para monitorar seus trades, mas considere qual hora do dia funcionará melhor para você. Alguns traders preferem ficar de olho em suas negociações o dia todo, enquanto outros reservam algum tempo pela manhã, durante o dia e à noite. É sempre recomendável que você gerencie seu risco com stops, mas isso é imprescindível manter os stops nas posições em aberto, quando não as estiver monitorando.

Quais são minhas metas de curto, médio e longo prazo?

Exemplo: ‘Por fim, quero aumentar o valor do meu portfólio em 15% nos próximos 12 meses. Para conseguir isso, pretendo aproveitar oportunidades três ou mais vezes por mês, mas somente quando elas se encaixarem na minha estratégia. Também quero ser consistente, aumentar meu risco a cada três meses, se estou ultrapassando minha meta de 15%, e continuar aprendendo, praticando e adquirindo tempo de tela (experiência).

Qual é a minha relação risco-recompensa?

Para calcular a taxa de risco-recompensa desejada, compare a quantidade de dinheiro que você deseja arriscar em cada negociação com o ganho potencial. Se a sua perda potencial máxima for de US $ 200 e o ganho potencial máximo de US $ 600, a relação risco-recompensa será de 1: 3.

É recomendável que você arrisque apenas uma pequena porcentagem do seu capital de negociação total em cada trade – geralmente menos de 2% é considerado sensato, enquanto mais de 5% é considerado de alto risco.

Quais mercados vou negociar?

Exemplo: ‘Quero negociar mercados cambiais USD/JPY e AUD/USD  e commodities como ouro e prata, pois esses são os mercados que eu entendo melhor.’

Como vou revisar meus trades e desempenho?

Exemplo: ‘Vou iniciar um diário de negociação, fazer anotações em todos os trades, revisar as notas todos os dias da semana e fazer uma recapitulação do mês na planilha de resultados diários. Anotarei sucessos e fracassos, por que tomei certas decisões e como me sentia em operar todos os dias. Vou usar minhas anotações para revisar minha estratégia a cada três meses.

Este Trading Plan com certeza vai lhe ajudar na consistência por resultados, tenha esta material sempre em mãos, com ele vocês possuem o segredo do sucesso em toda e qualquer área que venha a trabalhar.

Reflexos Externos no Mercado de Forex

Neste momento já estudamos sobre a analise técnica e como encontrar boas oportunidades no mercado.

Agora vamos falar de outros fatores externos que influenciam na valorização ou desvalorização dos ativos.

Catástrofes naturais, atentados e desastres de alto impacto – Refletem de forma negativa na variação do preço de um ativo. Pois quando há imprevistos de grandes proporções que necessitam de recursos monetários para a reestruturação, como no caso de catástrofes naturais, atentados ou efeitos similares, requer mais fundos de capital de emergência, isso pode impactar diretamente nos gráficos, com grande volatidade inesperada. Desta forma o mercado entra em pânico e consequentemente você pode ganhar ou perder muito dinheiro. Por isso o uso dos stops são tão importantes.

Calendário econômico – no mercado financeiro existe um calendário de noticias sobre a economia mundial, que os traders acompanham e especulam em tempo real, fazendo com que gráfico se movimente com mais volatilidade nos horário de noticias.

Vamos conhecer dois calendários econômicos mais utilizados pelos analistas:

Investing.com - economic calendar

1- Idioma do sistema – escolha de sua preferência

2- Ajuste o fuso horário para (GMT + 9) Osaka, Sapporo, Tokyo (importante ajustar esse horário para o Japão pois seguiremos esses horários) toda vez que acessar o site verifique o fuso horário ou registre-se para salvar suas configurações.

3- Agenda – observe a agenda diariamente e crie o habito de observar o calendário semanal no inicio da semana, para estar ciente de possíveis noticias importantes

4- Horário da noticia – nestes horários é bom evitar as operações, aprendendo a observar para entender como mercado se comporta diante das noticias.

5- Moeda – país de origem – mesmo que a noticia não seja relacionada com a moeda que você esteja operando, ela pode ter reflexos em outras moedas também, muita atenção.

6- Importância da noticia – as noticias são classificadas por sua importância e representadas pelos touros:

7- Evento – qual é o assunto da noticia, clicando sobre o assunto abrirá um link contendo mais informações que podem ser analisadas e ajuda-los a entender melhor o comportamento do mercado.

8- Prévio- Resultado anterior da noticia.

9- Projeção – Estimativa de qual possa ser o resultado da noticia atual.

10- Atual – Resultado real da noticia, realizado no horário programado.

Esse site contem calendário econômico e varias informações interessantes, como matérias com o cenário econômico, cotações de moedas de cambio, criptomoedas, índices, ações, commodities, gráficos em tempo real, chats, colunas de investidores profissionais, entre outros.

Há inclusive o app para celulares e tablets e caso tenha uma conta cadastrada é possível receber alertas em seu celular.

Forexfactory.com - calendar

Durante os primeiros anos que aprendi a operar o mercado de forex, já utilizava este site para consultas de calendário econômico, ele é um dos mais antigos e acessado pelos traders do mundo todo.

1- Ajuste o fuso horário – selecione as configurações com os ajustes da imagem abaixo.

Caso esteja no horário de verão deixe DST ON

2- Guia do calendário econômico – clique nesta guia para visualizar o calendário semanal.

3- Forex Factory – pagina principal, logo adiante vou mostrar mais informações que podem ser visualizadas a partir da pagina principal.

4- Data – dia da semana com o lançamento da noticia.

5- Horário- para o pronunciamento do resultado da noticia.

6- Moeda – país de origem da noticia.

7- Impacto – reflexo no mercado, divididos por

8- Detalhes – nas pastas contem mais informações detalhadas da noticia.

9- Gráficos- no ícone contem figuras gráficas com os resultados das noticias anteriores.

10- Anterior – resultado anterior da noticia.

11- Previsão – estimativa de qual possa ser o resultado da noticia atual.

12- Real – resultado real da noticia, realizado no horário programado.

Este site tem um fórum muito conceituado e reconhecido pelos analistas, ele serve como uma boa base para pesquisa de corretoras, quais são as melhores e quais estão com mais problemas, assim como informações das principais home brokers credenciadas no mercado de forex. Tem cotações e gráficos em tempo real, noticias, sessões dos principais mercados, entre outras informações.

Horário de abertura do mercado – Outro fator que influencia nos movimentos trazendo grande volatilidade nos gráficos são os horários de abertura dos principais mercados internacionais.

Estes mercados já iniciam com grandes expectativas, fazendo com que haja maior variação no preço do ativo, durante o inicio da sessão.

Na pagina principal do site forex factory temos a visualização das sessões em tempo real. Basta descer a guia até o ponto que encontrar essa ferramenta

Australiano (AUD) – 6:00 ~ 15:00

Japonês (JPY) – 9:00 ~ 18:00

Europeu (EUR) – 4:00 ~ 1:00

Americano (USD) – 21:00 ~ 5:00

Atenção qualquer destas circunstâncias mencionadas neste material, fazem o mercado reagir pela especulação, euforia, expectativa ou pelo pânico e como todos estes adjetivos são relacionadas ao emocional humano, ela pouco tem haver com a analise técnica. Por tanto evite estar negociando nos horários de noticias e sempre proteja seu capital de situações inesperadas acionando seus stops de proteção.

Termos e Curiosidades

1- O que é o GAP?

É uma lacuna entre de preço de Fechamento e abertura do próximo período.

GAP de alta é caracterizado quando o preço de abertura do próximo período supera o período anterior ocasionando assim uma lacuna entre o preço máximo anterior e o preço mínimo da abertura

GAP de baixa é caracterizado quando o preço de abertura do próximo período supera o período anterior ocasionando assim uma lacuna entre o preço mínimo anterior e o preço maximo da abertura

2- Entrar comprado ou vendido .

Expressões utilidas para definir posições no trade.

Entrar comprado – BUY decisão tomada quando se espera uma alta no valor do ativo

Entrar vendido – SELL decisão tomada quando se espera uma baixa no valor do ativo

3- Violinada

Representa um movimento no mercado, quando os preços alcançam o Stop Loss do trader e logo em seguida invertem em direção ao Gain.

4- Pull-back

Quando dentro de um forte tendencia o preço retorna para antes de retomar o movimento.

5- Bear and bull

Touros e Ursos

Urso simboliza o mercado em tendência de baixa, pois o golpeia com a pata de cima para baixo.

Touro é sinônimo de mercado em tendência de alta. O termo foi adotado pelos americanos pelo fato de o animal golpear com os chifres de baixo para cima.

6- Tubarão e sardinha

São chamados de tubarões os grandes investidores institucionais. Por realizarem transações de grandes quantias financeiras, os tubarões provocam oscilações no preço dos papéis, conforme fazem suas compras ou vendas.

Sardinha o pequeno investidor. Também são chamados de sardinhas os investidores inexperientes. Geralmente, o sardinha é vítima do tubarão no mercado , ou sendo engolidos pelos stops , mais muitos se aproveitam volatividade dos ativos pra morder seus lucros.

7- Candle elefante

No jargão do trade um candle elefante, significa um candle com grande volume e volatividade , observado em um curto espaço de tempo, geralemnte causado por noticias ou grandes movimentações de tubarões.

8- Tempos gráficos.

De H1 para M15 = Analise no grafico H1 uma hora , opera usando o grafico M15 de 15 minutos.

9-Payroll

É um relatório divulgado nos EUA , toda primeira sexta-feira de todo mês. Ela revela o número de pessoas empregadas durante o último mês .

Existem estratégias especificas para operar nessas situações porem são altamente arriscadas, traders mais experientes evitam operar nessas situações. Devido a alta movimentação do mercado e por não respeitar analise gráfica.

Dolar Futuro

10- Entrar no 60% do fibo.

Significa que você vai esperar o preço atingir o 60% da retração do fibonacci a favor da tendência.

11- Surfar na tendência

12- Stop no Zero a Zero.

Quando ao entrar numa operação você consegue colocar o stop sobre a linha do valor pago, se tornando uma operaçõa que não dara mais prejuizo.

13- Stop no lucro.

Quando você consegue trazer o stop para a um valor superior ao pago.

14- O Que é Alavancagem?

O termo “alavancagem” refere-se à capacidade de operar com um grande montante em dinheiro sem usar seu próprio capital. O que garante essa alavancagem e conhecida como margem que nada mais é do que um depósito efetuado como uma garantia que mantém uma posição aberta.

15- MetaTrader 4

Também conhecido como MT4, é uma plataforma de negociação eletrônica amplamente utilizada online por negociantes especulativos de câmbio de varejo.

16- SPREAD.

É o termo usado para medir a diferença entre o melhor preço de compra e o melhor preço de venda de um ativo. O menor spread possível é um tick, ou seja, a unidade mínima de negociação de cada ativo.